Tag

geneticista

Browsing

Um dia de consultas gratuitas com a Dra. Patrícia Salmona

A parceria da ONG Down é Up com a pediatra e geneticista disponibilizou atendimentos gratuitos para cinco famílias

Na última quarta-feira (22), em parceria com a Dra. Patrícia Salmona, pediatra e geneticista, foram realizados cinco atendimentos gratuitos para pacientes com síndrome de Down e suas famílias, no Centro de Estudos e Pesquisas Clínicas de São Paulo (CEPEC).

A médica cedeu esses horários para conhecer as famílias, levar informação, tirar dúvidas, ver o estado de saúde e, se possível, tentar encaminhar para outros atendimentos em locais que disponibilizam vagas gratuitas.

Entre as famílias atendidas, quatro eram de crianças e uma de um adulto. A primeira atendida foi a Bela, de dois anos e oito meses. A família da menina saiu de Guarulhos para ir até a clínica, que fica no Morumbi. Entre as principais dúvidas da mãe, Andrea, foi citada rapidamente a alimentação e depois o desenvolvimento da criança.

A pequena Sarah, que completa dois meses no dia 28, foi a segunda atendida. A mãe, Pricila, foi acompanhada da tia, Camila. Elas saíram de Franco da Rocha para a consulta. A mãe descobriu que a filha tinha síndrome de Down apenas quando ela nasceu. Por ter sido uma surpresa, ela não teve como buscar informações e disse que a consulta seria ótima para esclarecer dúvidas sobre quando a bebê irá andar, falar, quais cuidados ter, como será o acompanhamento e como será a alimentação.

Pricila e a irmã, Camila segurando a Sarah

Caçulinha entre os atendidos, o Samuel que completa seu primeiro mês no dia 30, foi diagnosticado com síndrome de Down ainda na barriga da mãe, Daiana. Ela e o marido já são pais de uma menina. O bebê tem cardiopatia e deve passar por cirurgia quando ganhar mais peso, próximo de seus seis meses de idade. Os pais estavam com bastante dúvidas em relação aos estímulos, eles queriam entender como fazer e quando começar. As dúvidas em relação a cardiopatia e alimentação também foram citadas.

O pai e a mãe do Samuel

O Bernardo, de oito meses, foi o terceiro atendido. Os pais já têm outros filhos, e vieram de Pirassununga- interior de São Paulo-, para o filho passar por consulta. As dúvidas da mãe, Bruna, eram desde coisas mais simples como a fala e o engatinhar até questões como o desenvolvimento, a alimentação e a imunidade.

Os pais do Bernardo

O último atendimento foi ao senhor José Luís, de 52 anos. Ele foi acompanhado da mãe, a dona Amélia de 94 anos e de sua cuidadora. A família trouxe uma nova questão, o envelhecimento. Segundo a mãe, ele tem apresentado o Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). As noites mal dormidas também têm sido parte da preocupação.

A família do José Luís

Ao final de cada consulta perguntei a cada família como foi e quais seriam os próximos passos. Todas ficaram muito felizes e satisfeitas. Elas receberam orientações, indicações de atendimento e tratamento, dicas de como lidar e muitas dúvidas foram sanadas.

Aqui fica o nosso agradecimento à Dra. Patrícia, que dedicou um dia inteiro de sua agenda aos atendimentos gratuitos. Essa ação foi pensada e realizada com muita alegria e satisfação.