Tag

Feira

Browsing

Visitamos a Bett Educar, maior evento de educação da América Latina

Na última semana, entre os dias 15 e 17 de maio, aconteceu a Bett Educar, maior evento de educação e tecnologia da América Latina. Nós, a mamãe e o Chico, fomos convidados pela Tix Tecnologia Assistiva, uma Start-up, para conhecer o Teclado Tix. Além disso, o convite se estendeu para participarmos da apresentação no Estande do Sebrae, e é claro que aceitamos.

Fomos na quinta-feira (16), logo na entrada foi possível ver o tamanho da feira e ter noção da quantidade de empresas participantes. São mais de 230 empresas nacionais e internacionais, mais de 19 startups do setor e cerca de 22.000 participantes da comunidade educacional, de todos os estados brasileiros, com o propósito de buscar inspiração, discutir o futuro da educação e o papel que a tecnologia e a inovação desempenham na formação de todos os educadores e estudantes. Essa é a descrição do próprio site do evento.

Passeando pela feira visitamos o estande da prefeitura do Recife, um dos mais preocupados com inclusão e acessibilidade. Lá, conhecemos o programa Escola do Futuro, que permite o uso da tecnologia para garantir acessibilidade de alunos com deficiência. O uso do teclado tix já é uma realidade por lá. Havia alunos com paralisia cerebral, deficiência intelectual e cadeirantes. Foi muito bacana assistir os depoimentos de alunos e familiares.

Conhecemos ainda o estande da Faber-Castell. Foi muito engraçado quando o Chico se reconheceu na televisão que passava a campanha Caras e cores. Ele quis ficar no estande por um tempo. Pintou, brincou, tirou foto e se tornou uma verdadeira atração.

Havia muitos estandes de brinquedos educativos e é claro que o Chico quis brincar em todos. Muito espontâneo, ele simplesmente tirou o par de tênis e foi brincar na piscina de bolinha da Nogueira Brinquedos. Na Pimpão, marca de brinquedos e playground, ele se esbaldou e brincou por um bom tempo. Ia descobrindo e se encantando com tudo.

Também conhecemos o programa educacional da Cel Lep. A empresa tem uma editora própria e produz o próprio material educativo. Conversamos por um bom tempo sobre inclusão com uma das representantes da empresa. Visitamos muitos outros trabalhos e estandes. Foi uma tarde muito bacana.