Tag

atividades

Browsing

Nova rotina de aulas online

Mais uma vez vindo falar dos dias em casa, nos cuidando e nos adaptando à rotina da quarentena. Nesta semana o trabalho pedagógico mudou o formato. Não é mais a aula do EAD fixa. Agora é via Zoom.

O colégio Pio XII mandou todo o material na última sexta-feira (10). Logo no começa da semana, na segunda-feira, os alunos começaram a fazer as aulas, como se fosse o horário normal da escola. Às 13h30 entram para participar das atividades pedagógicas com os professores.

Com o Chico fizemos uma adaptação. Às 12h45 ficamos online para falar com a professora individualmente, ela passa a rotina e faz uma atividade adaptada do contexto pedagógico. Ele participa do início da aula, que é a parte de reencontro, rotina de calendário e agenda e quando eles entram nas atividades gerais, nós saímos.

No final da aula, entramos novamente para ele participar do fechamento com a turma, às 15h. Depois de meia hora ele volta e faz uma atividade individual comigo e com a professora. Ele participa do coletivo, mas também do individual adaptado. É como se fosse a rotina do Colégio, mas no online.

A Paula, que é coordenadora do infantil, me ligou, conversamos e resolvemos seguir nesse modelo. A ideia é que ele participe do coletivo, não perca o vínculo, mas também faça o adaptado dentro do que ele precisa, que é trabalhar com imagens e sons. E está funcionando muito bem.

A escola não deve entrar em férias, então é provável que a gente continue com o ensino remoto. Aguardando a volta das aulas fisicamente. Mas estamos tentando deixar o mais próximo possível do que seria seguido no colégio.

Depois que deles participam das aulas pedagógicas, organizamos tudo para o lanchinho da tarde. No primeiro dia da rotina o Chico e a Antonia colocaram uniforme numa boa, mas a Maria Clara não quiser saber.


A única perda que estou tendo é não conseguir acompanhar 100% a rotina das meninas. Estou tentando estar com elas também para que façam a rotina pedagógica. Mas com elas é mais difícil, porque tenho que focar com o Chico nas atividades individuais.

Isso está me deixando bem chateada. Às vezes, coloco a babá para acompanhar as meninas, mas cada turma tem o seu zoom. Porém o foco ainda é no Chico.

O que tenho feito é trazer as meninas para acompanhar o Chico. Ele gosta dessa vivência com as irmãs. Eu tenho pensado também no individual das meninas. Então, o esforço nesta semana será esse, tentar participar das aulas com elas.

O que trago aqui são as partes boas e ruins. Nem sempre dá para conciliar tudo. E, por conta da necessidade, acabo dedicando mais tempo à rotina pedagógica do Chico. Vamos a cada dia tentando conciliar tudo!

Rotina de estudos em casa: a primeira experiência

Na última segunda-feira (23) começamos a tentar seguir um cronograma diário. Tenho lido que é muito importante manter a rotina. Vários médicos, inclusive o pediatra, neonatologista e especialista em desenvolvimento infantil, Dr. Guilherme de Abreu, que é responsável pelo ambulatório de neonatologia do Hospital Israelita Albert Einstein, deu essa recomendação numa live que fiz com ele para a ONG Nosso Olhar.

Desde o começo da semana tem sido assim, estou tentado manter horários e tarefas. Depois do almoço as crianças escovam os dentes, colocam o uniforme da escola e começam as atividades.

Isso foi muito importante no primeiro dia, para o Chico se concentrar e treinar as habilidades. Ele botou a bermuda, a camiseta e depois foi pra salinha de estudo. O primeiro a fazer atividade foi o ele. Abaixo, detalhei a rotina por dia, depois vou atualizando aqui conforme formos avançando:

Segunda-feira: o Chico começou com uma tarefa de português, depois teve matemática, com uma leitura de caso. Aí, ele fez uma ficha de habilidades, trabalhando o corpo humano. Nessa tarefa o exercício foi com a representação das mãos, direita e esquerda. Dei um descanso e mais tarde ele fez a atividade de inglês “My name in Braille”. Ele fez com o pai e a proposta era escrever o nome dele em Braille.

Terça-feira: a rotina foi um pouco mais conturbada. A Maria Antonia não estava muito bem, então teve que fazer uma coleta para exame e isso mexeu um pouco com os horários. Novamente todos colocaram seus uniformes e depois começamos. Primeiro fizemos uma lição de matemática, adaptamos com os palitinhos. A proposta era trabalhar a lógica. Ele fez com o pai. Os dois colocavam os palitinhos nas mãos e escondiam. O papai tinha que adivinhar quantos tinham na mão do Chico. E ele tinha que fazer o mesmo com o papai.

Depois trabalhamos com um vídeo da Turma da Mônica sobre os bixinhos. “Sem abraço, sem beijinho, sem aperto de mão”, produzido pelo Márcio Araujo. A intenção era reforçar a importância do afastamento social, da limpeza, higiene e evitar cumprimentos. Não por falta de carinho, mas sim por prevenção e cuidado com a saúde.

Atividade de língua portuguesa sobre as partes do corpo.

Não paramos por aí, fizemos com o Chico uma leitura sobre as partes do corpo, trabalhando o feminino e masculino. E depois, uma atividade de língua portuguesa com o vídeo da música “Aniversário, do grupo Palavra Cantada. Por último, a professora de inglês mandou uma música com vídeo e ele adorou, cantou e se divertiu muito.

Desenho sobre a história do Camilão, o comilão.

Já o dia da Maria Clara foi mais leve. Ela assistiu o vídeo da contação de história do “Camilão, o comilão”. O livro original foi escrito pela autora Ana Maria Machado. E aí, ela fez um desenho com giz de cera para ilustrar a história que tinha escutado.

A Antonia como estava adoentada, não deixei que fizesse nenhuma atividade. Ela está com dor ao urinar, então fizemos exames para investigar se era alguma infecção.

Quarta-feira: a nossa rotina de estudos na salinha foi iniciada com o Chico. A primeira atividade foi de língua portuguesa, escrevemos palavras que começavam o fonema “ba” nos vídeos. Depois trabalhamos com reciclagem, fizemos chocalhos. E logo em seguida, o Chico assistiu a história da Princesa e a ervilha.

Aí veio a participação da Clara no vídeo de inglês cantando. Em seguida, os três fizeram a atividade juntos, que foi o bingo. A princípio era uma atividade da Clara, mas os irmãos quiseram participar. A Antonia já melhorou um pouco e participou de duas atividades com os irmãos.

O mais bacana na atividade de bingo é que o Chico ganhou um de aniversário neste ano, então não precisamos adaptar. Conseguimos que os três participassem. Ah, o Chico foi muito bem hoje na língua atividade de portuguesa. E, por fim, fizemos uma dancinha com os chocalhos, que serviu como atividade física no final.

Pandemia: como estamos lidando?

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, nos unimos e nos fortalecermos enquanto família e rede.

Este cenário de pandemia é algo novo para todos nós, mas precisamos lidar com isso e refletir sobre o que estamos passando. O mais difícil é saber como se comportar diante das crianças. Aqui em casa, por exemplo, temos uma rotina. Horário de acordar, tomar café, ir as atividades e, no caso do Chico, ir às terapias, e mais tarde à escola. Depois que as aulas e atividades foram suspensas surgiu o desafio de conciliar tudo no mesmo ambiente. As crianças estão em casa, eu estou e o papai também.

O primeiro desafio foi explicar que não estão de férias e estamos em casa para não ficarmos doentes. Essa é a recomendação que muitos especialistas dão, claro que vai de acordo com a idade de cada criança. A maneira para explicar não deve ser em tom de susto e sim para informar, tudo isso numa linguagem adequada. Outro ponto é entender que a maioria das famílias estão passando por isso.

Por aqui, as reuniões de trabalham continuam, tudo online. Às vezes tem uma criança no colo, o outro quer falar e a outra participar. Risos.  Mas vejo isso como algo positivo. Somos humanos, temos filhos e isso é real. Estamos vivendo um momento onde preservar a saúde da família é o mais importante e vamos nos adaptando.

Tenho lido bastante informações e acessado muitos conteúdos. Assim como disse o pediatra responsável pelo ambulatório de prematuridade do Hospital Albert Einstein, Dr. Guilherme de Abreu, mais cedo, numa live que fizemos juntos na ONG Nosso Olhar, o momento agora é de se alimentar bem, tentar manter a mesma rotina, hidratar-se e cuidar da saúde.

Cada vez mais tenho trabalhado para o coletivo e agora é o momento para fortalecer isso. Aqui em casa, estou propondo diversas atividades para as crianças fazerem e outras que envolvam toda a família. A Campanha “Nós decidimos”, que lançamos nesta semana retrata bem isso. Chamamos as famílias para fazerem juntas. A ideia é aproveitar as nossas redes para levar informação e compartilhar ideias com muitos pais.  

A primeira experiência que tivemos em casa foi com um material da Faber Castell. Compramos a caixa de esponjas divertidas, um kit da linha ‘Creativity For Kids’. O material é ótimo para explorar o lúdico, a imaginação e deixar que eles coloquem a mão na massa. Além da diversão, as crianças aprendem as cores, as formas e trabalham com várias texturas. O material é lavável e atóxico. No kit vem as tintas guache, as esponjas e o rolinho. Com certeza ajuda no desenvolvimento deles.

A atividade foi muito bacana. As crianças desenharam, pintaram, criaram, se sujaram e foi tudo muito divertido. A tinta lavável nos tirou qualquer preocupação. Por falar em Faber Castell, a empresa está com uma iniciativa muito bacana nas redes sociais. Pensando nesse momento de ficar em casa, liberaram acesso gratuito a todos os cursos da plataforma online. Lá, há diversas opções para estimular a criatividade, para adultos e crianças. Neste link, você pode acessar os cursos e deixar a imaginação florescer!